Áreas de Intervenção



Os trabalhos concretos de conservação previstos no âmbito do Projeto LIFE VIDALIA terão lugar em cinco municípios das ilhas do Faial, Pico e São Jorge, Açores, Portugal. Estes trabalhos incluem ações de restauro ecológico, através do reforço das populações das espécies-alvo, recuperação dos habitats circundantes, controlo das espécies exóticas invasoras, monitorização ecológica e um programa de sensibilização e educação ambiental destinado ao envolvimento das entidades locais e população em geral.

Na ilha do Faial, não havendo registo de Lotus azoricus na natureza, os trabalhos recairão sobre quatro populações de Azorina vidalii, ao passo que na ilha do Pico serão intervencionadas sete populações de Azorina vidalii e três de Lotus azoricus e na ilha de São Jorge cinco populações de Azorina vidalii e uma de Lotus azoricus.

Os trabalhos de conservação no âmbito do LIFE VIDALIA terão lugar em áreas da Rede Natura 2000 (ver mapa), mas também em outros locais de importância nacional e internacional reconhecidos por programas como:

 

           

Azorina vidalii
Lotus azoricus