Áreas de Intervenção



Os trabalhos concretos de conservação previstos no âmbito do Projeto LIFE VIDALIA localizam-se geograficamente nas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, arquipélago dos Açores, Portugal. Os trabalhos previstos nas áreas de intervenção, que se distribuem por cinco municípios das três ilhas, incluem não só a ações de restauro ecológico, através do reforço das populações das espécies-alvo e erradicação e controlo das espécies invasoras, e de monitorização, mas também um programa de sensibilização e educação ambiental destinado ao envolvimento das entidades locais e população em geral.

As três ilhas onde se encontram as populações, apesar de próximas, apresentam entre si heterogeneidade no que à biodiversidade diz respeito, pelo que também o número de populações e as características áreas de intervenção são diferentes de ilha para ilha. Na ilha do Faial, não havendo registo de Lotus azoricus na natureza, os trabalhos recairão sobre quatro populações de Azorina vidalii, na ilha do Pico intervencionar-se-ão sete populações de Azorina vidalii e três de Lotus azoricus e em São Jorge cinco populações de Azorina vidalii e uma de Lotus azoricus.

Azorina vidalii
Lotus azoricus